Crie um storytelling efetivo para sua empresa

Saiba como produzir histórias para marcas que chamem a atenção, conquistem o espectador e tragam resultados

Para criar boas histórias que chamem a atenção dos internautas, em meio a posts rápidos e timelines efêmeras, o storytelling é a melhor técnica. Seja para vídeos comerciais, institucionais ao até mesmo para canais do Youtube. Quando a marca cria um conteúdo interessante, ele desperta a curiosidade e conquista o espectador.

Separamos algumas dicas de como criar um storytelling efetivo para sua empresa:

  1. Briefing:

É preciso definir qual mensagem será transmitida para despertar o interesse no seu espectador, e quem será esse espectador. A mensagem precisa ser genuína e verdadeira. A história pode ser de ficção ou um documentário, mas os valores que serão transmitidos nela precisam inspirar e contribuir com os elementos para seu filme. Por fim, é muito importante traçar uma estratégia para definir aonde a história será contada e em que contexto você vai apresentá-la ao seu público.

  1. Linguagem:

É preciso definir qual será o “tom” do filme: Engraçado? Emocionante? A linguagem é a chave que vai despertar o interesse do espectador, por isso é preciso usar aquela com a qual o seu público está familiarizado. Atente-se ao perfil do público, por exemplo, o jovem está aberto a videoclipe, ação, elementos exagerados de comédia. Já um público de mais idade prefere uma estrutura mais clássica, com linearidade. Escolha elementos que conversem com o repertório do público.

  1. Escrita:

Deixe a criatividade rolar solta e coloque no papel todas as ideias que lhe vierem à mente, sem julgamentos. Faça várias sinopses sem se apegar a nenhuma. Crie 20 rascunhos e só depois comece a ver quais ideias podem se tornar boas histórias, descartando o que não for bom o suficiente. Depois, selecione as melhores sinopses e pergunte-se ao passar por cada uma delas: porque essa história precisa ser contada? Quando a resposta for óbvia, é porque você encontrou sua história.

  1. Emoção:

Quem assiste tem que viver uma montanha-russa de sensações dentro de si, amando, odiando e torcendo pelo protagonista. Ele não precisa ser um herói, mas tem que despertar a empatia do público. Sem empatia pelo protagonista, nem a melhor história pode funcionar. Além disso, toda narrativa deve dar aos protagonistas uma transformação: pode ser um aprendizado, uma conquista ou uma mudança no estado de emoção dele. Se a história não transformar o personagem, não é história.

  1. Defesa:

Para contar uma boa história, você precisa estar confiante para convencer, além do público, quem está te contratando para criar aquele conteúdo. Tenha clareza para defender a sua ideia e embasar cada linha do que está escrevendo. Muitas histórias morrem não por falta de inspiração do criador, mas por ele não conseguir expressar sua intenção aos agentes envolvidos no processo.

Com informações de Meio e Mensagem

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s